«

»

Mar 19

Print this Post

04 Informações que um profissional de esporte precisa saber sobre Ticketing

Devido aos meus anos no mercado de marketing esportivo e experiência em ticketing, sempre acabo sendo questionado sobre a área de ingressos. Acredito que existem quatro pontos principais nos quais se deve prestar atenção quando se tem um evento. Todo profissional de esporte precisa ter uma noção básica sobre esta área, afim de poder utilizar o público da melhor maneira possível.

Obviamente, neste artigo faço uma análise superficial de alguns pontos importantes na área de ingressos, se eu perceber interesse, vou escrever mais sobre o assunto e aprofundar minhas observações.

ticket copa do mundo fifa
1 – Ter ou não público faz toda a diferença para um evento esportivo

 

Quando se tem público num evento, adicionamos imprevisibilidade e emoção ao evento. Podemos ver isto quando vemos jogos de futebol sem público, como aconteceu no jogo do Corinthians e São Lorenzo na Copa Libertadores. Perde-se a referência sobre as jogadas, mesmo quando se está assistindo na televisão, uma jogada mais incisiva ou uma disputa de bola mais acirrada, sempre levanta o público e isto interfere na experiência do telespectador. Muitas vezes uma jogada sem importância fica emocionante.

Existem alguns eventos, como o Circuito Radical na TV Globo, em que o público dá lugar a natureza exuberante, o modo como o evento é transmitido deve ser adaptado, fazendo uma edição com vários cortes de diversas câmeras diferentes e incluindo um fundo musical, de modo a dar uma dinâmica mais ágil.

Torcedores são imprevisíveis e isso na maioria das vezes é positivo. A espontaneidade que eles trazem a partida é algo mágico, como aconteceu nos estádios durante a Copa das Confederações e Copa do Mundo no momento do hino brasileiro.

 

2- Informação, tempo, planejamento e teste são fundamentais

 

A área de ticketing precisa de informações para poder trabalhar, o calendário dos jogos e a configuração de acesso e assentos do local são fundamentais para poder fazer a venda do ingresso com antecedência. Esta antecedência tem três motivos principais: o primeiro é poder realizar testes no sistema de controle de acesso (catracas e servidores); o segundo é dar tempo para realizar a venda; o terceiro é poder adaptar os ingressos à demanda do evento. Por exemplo, na Copa do Mundo de Futsal da Fifa em 2008, tivemos que costurar acordos com escolas e desenvolver toda uma logística de levar alunos ao evento, pois os jogos que não contavam com a participação do Brasil não tinham muito público e ao mesmo tempo levávamos futuros fãs para conhecer o esporte.

No sistema de controle de acesso, qualquer falha no sistema, vira alvo de ações judiciais e acabam gerando uma despesa extra além de desvalorizar o evento perante os patrocinadores e mídia.

 

3- Evento lotado é sinal de sucesso, trazendo retorno de mídia e bons contratos

 

A arquibancada cheia de torcida é o principal termômetro sobre o sucesso para a maioria dos eventos. O valor que agrega é muito maior que o valor dos ingressos ou os produtos e serviços vendidos no dia do jogo.

No mesmo evento que comentei anteriormente (Copa do Mundo de Futsal), tivemos também que prever uma forma de deslocar os torcedores para locais onde havia mais imagens de TV. Este tipo de procedimento incentiva as pessoas a participar do evento, nos últimos jogos tivemos filas enormes para comprar ingressos, pois a atmosfera do evento na TV trazia público de casa.

Arquibancada vazia é sinal de desperdício, como peparar uma festa para muitas pessoas e só meia-dúzia comparer. Além de perder a receita dos ingressos, perde-se as vendas de todos os produtos e serviços do estádio. O pior de tudo é desvalorizar o evento, pois os patrocinadores e parceiros quando chegam num evento vazio normalmente se decepcionam como resultado, por exemplo, num evento vazio, a área VIP não tem o glamour que deveria e decepciona os convidados dos patrocinadores.

 

DSC_0105

4- Leis e Cálculo de preço do ingresso

 

Diferente da maioria das atividades de um evento esportivo, a área de ingressos possui uma infinidade de leis que a regem. Vai desde o Estatuto do torcedor até o Código de defesa do consumidor, passando pelo estatuto do idoso e as diversas leis de descontos e gratuidades estaduais e municipais.

O cálculo de preço do ingresso deve se levar em conta as leis locais e federais, um dos principais problemas é que não se pode estimar qual será o total do valor arrecadado, já que não é possível estipular um número máximo de pessoas com desconto. O que é algo absurdo na legislação e precisa mudar urgentemente, já que o produtor do evento não consegue saber quanto vai cobrar para poder cobrir seus custos. Hoje em dia, na maioria das vezes cobra-se o dobro para poder assegurar um mínimo de renda e isso leva a ter um número grande de carteirinhas falsas já que os ingressos acabam ficando muito caros.

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>